terça-feira, 13 de setembro de 2016

Como eu era antes de você - Livro da Jojo Moyes


Esta é minha opinião sobre o livro Como eu era antes de você. Iniciei a leitura por indicação de três amigas que admiro intelectualmente e que já me fizeram outras bem sucedidas indicações de livros, filmes e séries.
A leitura é bem simples o que permite que quem nunca leu um livro na vida se sinta em casa. Isso contribui para que mais pessoas sejam integradas ao maravilhoso mundo da leitura.

A primeira amiga a me indicar o livro fez recomendações sobre meu estado emocional que deveria estar 100% bem quando iniciasse a leitura. O livro conta a história de uma não tão jovem garota que é demitida de seu emprego em uma lanchonete e se vê obrigada a buscar outra oportunidade de trabalho. Com o pai com uma certa idade sofrendo ameaças de demissão e uma irmã que trabalha em uma floricultura e que tem um filho pequeno, Louise sente-se na responsabilidade pela casa (a família joga tudo para cima dela). Depois de muito procurar surge uma oportunidade em uma mansão onde Lou cuidara de um tetraplégico que antes era um bem sucedido e aventureiro bancário. Will como já era de se esperar se mostra extremamente hostil e até mesmo grosseiro. Além de não aceitar sua condição tem ainda tem que lidar com as frustrações da família e curiosidade de terceiros. Will aos poucos vai se abre com Lou e surge uma amizade. O ponto alto da história se dá quando Lou sem querer descobre que Will planeja buscar a eutanásia dentro de 6 meses e toma para si a tarefa de faze-lo mudar de ideia.

Nesse momento do texto começo a discordar da maioria dos leitores que acreditam se tratar de uma história de amor romântico. Me coloco no lugar de Lou e me imagino uma mulher de 20 e poucos anos, sem planos para o futuro, sem um passado explendoroso que se depara com uma situação em que suas ações podem impactar na vida de alguém inteligente, bonito e intelectualmente superior a ela. Lou se envolveu tão profundamente com a situação que tomou para si salvar a vida de Will como o mais importante ato de sua vida.
Então arma vários planos na intenção de faze-lo ver que ainda vale a pena viver e a trama se desenvolve nessa corrida contra o tempo.
Will sente um grande carinho e gratidão por Lou devido todos os seus esforços e isso fica muito claro no final onde demonstra enorme sensatez e segurança ao tratar do assunto.

O livro não me trouxe as lágrimas, mas admito que a história prende devido a curiosidade em saber se os plano de Lou darão certo. A mensagem principal que o livro deixa é que as pessoas são influenciadas pelo ambiente de tal forma que mudanças aparentemente ruins podem nos levar ha lugares que se nada tivesse dado errado nunca conheceríamos. Will foi o que chamam na analise do comportamento de uma variável que levou Louisa Clark a mudança e movimento gerou movimento. Se ela não tivesse perdido o emprego na lanchonete, nada de novo teria ocorrido e o fim da história é cheia de novidades para  a vida dela.

Posso estar tão acostumada com uma situação e acreditar que é o melhor, que mudanças não são boas e que ali esta tão confortável que para que sair? E é isso que o livro aborda. Por pior que seja uma situação devo encara-la com otimismo, algumas mudanças só acontecem com variáveis externas agindo. Se nada de diferente acontece fora de mim, nada de diferente acontecerá dentro de mim.

E você já leu Como eu era antes de você? O que achou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para mim.
Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...